para r.s.

por J

o que existiu entre a gente foi tão pequeno, bonito e delicado.

hoje sem querer acabei indo parar no seu facebook. por coincidência.

você foi tão incrivelmente certo e justo (o que, infelizmente, me faz te admirar mais).

você tá tão bonito, bonito, bonito. como nunca esteve tanto antes.

sua família é tão bonita.

tudo foi do jeito que deveria ter sido e daquele lampejo não restou nada

senão meia dúzia de poemas antigos

e a memória de uma conversa baixa, enquanto as janelas em alta velocidade

tingiam nossos rostos

de luz

e sombra

luz

e sombra

luz

e sombra.

Anúncios