Fortaleza

por J

nunca mais o sol estourando minha pele
dourada de 18 anos
e as risadas debochadas, os pés sujos
e os abraços
e aquelas pessoas
que ficaram lá
perto do azul
e quando é que seremos jovens de novo?
(assim eternos)
enquanto o mar arrebentava a areia
eu procurava entre todas as conchas
aquela que diria
disfarçadamente
“eu te amo”

Anúncios