Odeio

por J

Como eu odeio, como eu odeio.

Estava na mesa do bar, esperando a Amanda. Preferia deixar pra lá e desenhar bolinhas, caraminholas, flores, passarinhos e outras coisas.  Só que, ao invés, desenhei você no caderninho, com direito a nanquim por cima; e o pior, já sabia todos os seus traços, e me assustei quando dei de cara com você no papel, saído das minhas mãos.

Como eu odeio.

Anúncios