Ah, você.

por J

Tudo o que houve entre nós, até hoje, nunca passou de uma série de desencontros.

até os nossos encontros eram desencontros;
hora marcada nunca funcionou pra nós.
e o acaso (que não existe) precisou inventar-se
pra que pudéssemos trocar nossos olhares furtivos,
nossos toques acidentais,
ou nossos quase beijos.

desencontros no bar
desencontros no campus
desencontros nos corredores,
nas escadas, nos cantos.
desencontros na casa de estranhos.
desencontros em festas,
desencontros no trem.
desencontros no centro da cidade,
desencontros, desencontros.

desencontrei-me.
já não sei o que sinto.
não sei se quero saber.

à minha maneira, eu ___________.

e eis que tudo volta dolorosamente ao seu normal: silêncios…

Anúncios