Menininhos

por J

Eu adoro esses menininhos, sério.

Adoro o jeito como eles hesitam. Acho engraçadinho como eles tentam parecer que tá tudo bem, um esforço danado. E o jeito como eles demoram pra falar, às vezes. E quando tiram um assunto do nada da cabeça, porque não sabem o que dizer. E o jeito bobo de demonstrar orgulho, porque querem ser homens grandes e isso inclui estar certo sempre. E a dificuldade pra se encostarem no ombro, porque é um caminho longo e árduo. E as desculpas esfarrapadas que eles dão pra sentar do nosso lado. E a cara deles quando a gente fala algo totalmente inesperado. E quando eles tentam pegar um copo e derrubam tudo no chão. E o jeito de ajuntar os meus cabelos atrás dos ombros, quase com medo, como se fosse pecado, como se existissem pecados. E o ar de triunfo ao trazer a garrafa de cerveja. E o suspiro engolido. E a mania de achar que a gente não repara em nada disso.

Ah. É uma gracinha. Uma gracinha.

Anúncios