O amor nas pequenas coisas

por J

Minha mãe chega em casa radiante com uma sacola de supermercado. Dentro dela, uma caixa com casquinhas de sorvete. Ela deixa em cima da mesa com os olhos brilhando.

-Mãe, você comprou sorvete?
-Não…
-?
-É, essa casquinha não é uma delícia? Prova uma.

Eu sou obrigada a concordar que sempre gostei mais da casquinha do que do sorvete em si. Aliás, nem gosto muito de sorvete. Peguei um naco da caixinha e comi rindo.

São as pequenas estranhezas da vida que nos ligam profundamente: mamãe e eu.

Anúncios